segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Oz, É Aquele Mágico Lá (Dorothy & Cia.)


Iaí povo? Hoje, é sobre uma daquelas histórias que se você vê alguma referência na rua já aponta: Ô, É DO MÁGICO DE OZ, SAFADOS!

The Wonderful Wizard of Oz é um negócio estranho porque mesmo quem não assistiu aos filmes ou leu os livros tem uma noção da criação do L. Frank Baum, sabe que tem uma menina carregada com casa e tudo por um ciclone, que tem a estrada de tijolos amarelos, os amigos pelo caminho querendo algum órgão algo (um cérebro, um coração, coragem), os macacos voadores, a bruxa má que morre se jogar água, deixa eu vê o que mais... tem os sapatos vermelhos, que na verdade são de prata, tem a casa que cai em cima da outra bruxa, que fica só com os pés pra fora (pelo menos ela participou, não é verdade?), e por aí vai.

Tudo isso são spoilers de um livro de 1900-redondos, que é embrulhado numa aura boba, infantil na nossa mente (pra começar: o nome do cachorro é Totó, assim não dá pra defender), e foi mais ou menos com esse sentimento que fui conhecer a Terra de Oz... Eu estava meio certo meio errado.


Dorothy + Toto




Kansas, onde tudo é cinza ou sépia no filme e vazio e sem graça, é de lá que sai o Totó e a humana que cuida dele, vulgo Dorothy. 

Ele vivia em uma fazenda com mais nada em volta, tudo cinzento, até o céu perdeu a cor, morava com os tios da Alice Dorothy em uma casa com quatro paredes, um teto e um chão (claro!), até um belo dia que uma brisa pesada levou o cachorro, a menina e a fiel casa prum lugar psicodélico saturado de cor: a Terra de Oz.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

De dia é Jekyll, de noite é Hyde! O_O


Olá Grifos! \o/
No último mês eu fui comprar um caderno e voltei pra casa com o modo "gótica" ativado, comprei um Stevenson, The Strange case of Dr. Jekyll and Mr, Hyde, que me PT BR ficou "O medico e o monstro" (Alerta de spoiller no título!).




Oito anos servindo qualquer um a qualquer um! \o/


Olá Grifos! o/
Vamos falar do filme que está fazendo oito anos nesse mês de Fevereiro e que foi o responsável, juntamente com O cavaleiro sem cabeça, por me apresentar ao homem da minha vida. Esse filme é Sweeney Todd: O barbeiro demoníaco da rua fleet.



Muitos filmes que tem o trio Burton, Bonham Carter e Depp, tem roteiros muito originais e boa parte deles são adaptações de roteiros teatrais, logicamente da Broadway, como é o caso de Sweeney Todd.



Bom, o filme foi dirigido por Tim Burton, foi lançado no dia 8 de Fevereiro de 2008 e contou com nomes como os do Alan Rickman e de Timothy Spall, alem dos já citados e celebrados Depp e Bonham Carter, atores maravilhosos! <3



sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

\o/ Eu sou Absolem, garota estúpida!


Olá pessoas, já no fim da nossa Rickman's Week temos mais alguns filmes pra vocês:

Duro de Matar - John McTiernan
Hans Gruber



É... pra quem pensava que o Alan Rickman só tinha feito Harry Potter e Harry Potter... Ele já foi o líder de uns terroristas alemães no Die Hard (Duro de Matar), o Hans Gruber, porque não tem nada mais alemão do que o nome Hans ; ) Tá aí um clássico dos filmes de ação, e mais um vilão pra lista do Alan. 


Alice no País das Maravilhas - Tim Burton 



Em Alice, Alan empresta sua voz grave e inconfundível para a sábia lagarta azul que adora um narguilé. Compreendo Absolém não apenas como um ser inteligente e dono de palavras ditas no momento certo; é a consciência de Alice, a voz em sua mente que a direciona e uma ponte de ligação entre seu mundo cinzento e londrino com o País das Maravilhas.

E por falar nisso... Alan ainda nos brindará mais uma vez com Absolém. O filme Alice Através do Espelho tem estréia prevista para 26 de maio de 2016. Deixo com vocês o trailer (que tá incrível, socorro <3). Preparem o chá e venham dar uma conferida:



Bom, essas foram nossas homenagens ao queridíssimo Alan Rickman. Esperamos, de coração, que tenham curtido. Sintam-se à vontade para comentar quais dos filmes mencionados já assistiram e caso tenham sentido curiosidade em assistir algum, voltem aqui pra dizer o que acharam. 

Se você perdeu as outras postagens, deixarei aqui os links das demais indicações:

Razão e Sensibilidade / Sweeney Todd

Harry Potter


Robin Hood / O Guia do Mochileiro das Galáxias

Até a próxima! <3

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Don't panic nós temos flechas '-' (Marvin e Xerife de Nottingham)


Continuando com a nossa Rickman's Week, trago mais dois filmes que o Alan Rickman participou:

Robin Hood – O Príncipe dos Ladrões (1991)

Xerife George de Nottingham/Vilão

O filme começa com o Robin Hood preso porque foi lutar em uma Cruzada, sim, o contexto histórico são as Cruzadas, Ricardo Coração de Leão, essas coisas (ponto positivo) quando ele consegue voltar para casa, descobre que o pai dele, o senhor da região e de um castelo, foi deposto pelo Xerife de Nottingham (Alan) o vilãozão da história, o coisa ruim, o quase mochila de criança. 

Voltando... Como a família perdeu poder, a riqueza e tudo mais o Robin Hood começa a lutar contra esse novo "senhor" da região, e fazer aquele esquema de roubar dos ricos pra dar para os pobres. E tem uma velha amiga de infância também em jogo, até aqui tudo bem, né? Tudo bem... 


O que mais me incomodou no filme foi que tentaram "santificar" o Robin (Ah tem o Morgan Freeman no filme também, o personagem dele é o parceiro muçulmano do Robin, que fica a todo momento o chamando de cristão) enquanto deram um acapirotada no vilão, que tem até uma bruxa de estimação que vê o futuro no cuspe (é sério)...



Vou confessar que não conheço muito a história do Robin Hood pra dizer se o Xerife de Nottingham era envolvido ou não com tinhoso, é bem provável que sim, mas de qualquer forma acho que erraram a mão um pouco; e envolveram até os Celtas do nada. O bom é que da atuação do Alan Rickaman (que ganhou um BAFTA por ator coadjuvante) não tenho o que reclamar, e é um pouco estranho ver a cara dele pra quem tá acostumado com o Snape, porque ele tava com uns 40 anos na época. 


O Guia do Mochileiro das Galáxias (2005) 
Marvin (Voz)


O Alan Rickman também tá no filme do Guia do Mochileiro (SURPRISE!), eu não sabia disso, acho que porque da primeira vez que assisti foi dublado, não tinha como encontrar ele lá memso, já que o ALan fez a voz do Marvin, o robô depressivo com uma mente do tamanho de um planeta e a voz do Snape \o/

É um filme complicado de se avaliar porque veio de um livro que não é tão simples de se adaptar, né? No livro do Douglas Adams são mil coisas acontecendo, e piadas, e questões filosóficas, lugares, enfim. Não é aquele filme: "Oh Meu Deus, que filme!" Mas dá pra ver que o Alan conseguiu passar o estado de espírito do Marvin. 


terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

- Eu sou o Príncipe Mestiço.



Bom dia, amores! Como estão? <3 Pois bem, dando continuidade à Rickman's Week, trago para vocês a minha história e relação com um dos personagens mais icônicos de Alan: Severo Snape.

Quando conheci Harry Potter, através dos filmes, enxergava Snape sob o mesmo olhar de Harry: um homem rabugento, frio e irritante. E ainda que eu tivesse assistido à Relíquias da Morte (Parte II) não havia conseguido perceber a profundidade e coragem do personagem.

Foi somente ao ler os livros que pude ter a dimensão de quem foi Severo Snape e percebi, mais uma vez, o quão J.K Rowling é fenomenal. Todo e qualquer personagem de sua criação apresenta dualidade. Há luz e trevas dentro de cada um. E dependendo da ótica que você o enxergar, conseguirá compreender suas ações. Por exemplo: o amor de Snape por Lilian. Consigo perceber um sentimento real, profundo e belo, à sua maneira. Mas também o vejo como um sentimento que o maltratou, o feriu. Alan conseguiu expressar a dor que a ausência de Lilian causava a Snape. Conseguiu nos mostrar o quão aquele sentimento o consumia.

A forma como Snape agiu sendo um "agente duplo": tal ação exigiu muito dele. Por isso Harry o considerou o homens mais corajoso que já havia conhecido. Ser Snape nunca fora fácil, Dumbledore sabia bem disso e o soube reconhecer e agradecer. Alan transmitiu para os fãs a complexa tarefa de fingir lealdade à Voldemort, a falsa frieza ao matar Alvo.

E tantos outros momentos em que esse homem deu vida a esse personagem tão especial... 




Alan Rickman, como já podemos perceber, nasceu para ser Severo Snape. Foi uma escolha sábia. Um ator que se entregou de corpo e alma ao seu personagem, que nos mostrou as tantas faces de um homem solitário, amargo porém corajoso, destemido e de uma mente brilhante - poções, oclumência...

Obrigada, Alan, por ser o Snape que J.K idealizou e que os fãs tanto amam e admiram. Always traduz todo o nosso sentimento e gratidão por você <3


Uma das cenas que mais AMO, haha <3
PS: Se você ainda não leu ou quer ler novamente os post's anteriores do especial Rickman's Week, você pode vir aqui e conferir a apresentação, ou aqui e ler sobre mais dois filmes em que nosso Alan brilhou magistralmente <3

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Moças que falam sobre Shakespeare e um Barbeiro Demoníaco '-'

Olá Grifos! \o/
Bom, Hoje falaremos de dois filmes em que o Alan iluminou.. quero dizer, participou.


1. Razão e Sensibilidade;




Na adaptação da novela de Jane Austen para o cinema de 1995-96 dirigida por Ang Lee; Alan interpreta o maravilhoso Coronel Brandon, que se apaixona perdidamente por Marianne, interpretada por Kate Winslet, um homem generoso, atencioso, paciente e amoroso, que tem uma historia de amor no passado, que acabou em tragedia e agora está tentando outra vez o amor.




Rickman's Week (Always)





Olá Grifos! \o/ Como estão vocês?
Bom hoje o post é especial. Para aqueles que não sabem, hoje, dia 21 de fevereiro seria o aniversario do nosso querido e saudoso Alan Rickman, nascido inglês em 1946.



Alan era um daqueles atores que todos achávamos que viveria para sempre, e que faria mais e mais trabalhos encantadores como o fez durante toda a sua vida; Mas, o que as pessoas não sabem ou não percebem de cara é que os atores tem um poder especial, mesmo depois que partem eles permanecem vivos através das outras vidas que assumiram enquanto estavam aqui, ou seja, eles continuam vivos através de seus personagens e assim nos corações de seus fãs. Por isso o Parágrafos para Grifos fará dessa semana mais "Rickman". Nós o Homenagearemos falando de seus filmes que mais gostamos, alguns não tão conhecidos pelo publico, e mostraremos o quanto sentimos sua falta. 


Para escrever a verdade aqui, ainda não caiu a ficha, pra mim ele vai aparacer em algum outro filme em algum momento, por isso o objetivo aqui é ajudar a manter as melhores lembranças dele, com seus papeis e seu lindo, lindo mesmo sorriso!

Prossigam para os próximos post, onde vamos falar de mais filmes da Rickman's Week no Parágrafos para Grifos em:

Moças que falam sobre Shakespeare e um Barbeiro Demoníaco '-'

- Eu sou o Príncipe Mestiço

Don't panic nós temos flechas '-' (Marvin e Xerife de Nottingham)

\o/ Eu sou Absolem, garota estúpida


Até mais Grifos!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Tinha um oceano no fim do caminho



Esse foi meu primeiro contato com uma obra do Neil Gaiman, e olha que ainda peguei emprestado o livro... Eu havia lido antes umas resenhas pra saber se iria gostar ou não, não sei o que houve, por que as que tava lendo não batiam uma com as outras; parecia que cada texto tava falando de um livro diferente, completamente diferente.


Um dizia ser uma autobiografia, outro falava que era uma fantasia com um menino como personagem principal, outro dizia que era de um adulto que voltava pra uma cidade de infância pra se reencontrar, ou a morte da infância para a vida adulta... Eita bagunça. Só confusão antes de ler.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Só 6 mim "bem branquelas" sobre Kpop




Essa foi uma lista com nove palavras, algumas relacionadas ao mundo do Kpop (o pop Coreano), resultando nesse vídeo bem de improviso/surpresa.



segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

8 min malignos sobre Vilões




Ola Grifos \o/ precisamos falar sobre... VILÕES, nossos amores em filmes-livros-séries... Falamos um pouco do Hannibal, Hades (do desenho do Hércules, logicamente), Voldemort e do assalariado do Darth Vader <3



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...