sexta-feira, 31 de março de 2017

Vozes e Editora Draco - Mais indicações de contos 👿



OLÁ! Grifos \o/ Estou aqui pra informar que estamos em parceria com a Editora Draco. <3

O legal da editora é que ela tem uma penca de livros de vários gêneros, é romance, fantasia, ficção científica, terror, e ela trabalha com quadrinhos também, e para coroar isso tudo: a Draco incentiva muito os autores brazucas. 

Mas não estou aqui só por causa desse anúncio. Vou aproveitar e indicar mais um conto incrível:



Arcano XV - Ivan Mizanzuk 

Esse é mais um daqueles contos curtos, bons e de graça na Amazon (aqui), quem não tem um Kindle pode ler pelo Kindle Cloud Reader até mesmo pelo PC. 

O título "Arcano XV" é referência à carta do Diabo no Tarô... por aí já dá pra sentir o clima do conto, não é mesmo? A história gira em torno de um cara que recebe visitas à noite de um ser, que começa a falar coisas para ele, começa a mandá-lo fazer algumas tarefas... no começo simples, mas depois... 


Vieram os Seus pedidos.
"Ligue para este número. Diga tal coisa". 
Eu fiz. 
"Mande esta carta. Esbarre em tal pessoa". 
Eu fiz.

Arcano XV é uma espécie de prólogo para o livro Até o Fim da Queda do Ivan Mizanzuk, que vai tratar dessa temática de demônios e da queda da humanidade do Paraíso. Não posso esquecer de mencionar que a narrativa desse conto é bem ágil, cheia de frases curtas 💘 Cadê mais? Já vou pôr na lista o outro livro do autor. 

Quem quiser conhecer um pouco mais do autor vou deixar a indicação de um episódio do podcast do site Mitografias onde fizeram uma entrevista com o Ivan: Papo Lendário # 115.


Três músicas, três mulheres


Queria deixar minha contribuição para esse mês de março/mês das mulheres, no entanto... não deram certo umas leituras que eu tava planejando, filmes também não, mas nem só por isso vou deixar de lançar umas indicações algo aqui. MÚSICA! Mesmo eu achando meu conhecimento de música bem limitado, não custa nada tentar.

A primeira é... rufem os tabores.


A Mulher do Fim do Mundo da Elza Soares, do seu último álbum de mesmo nome. É um samba bem carregado e triste. Posso falar que é samba? É samba? Desculpa, realmente não sei, sou péssimo com essas classificações. Enfim, é magnífica.

Meu choro não é nada além de carnaval
É lágrima de samba na ponta dos pés
A multidão avança como vendaval
Me joga na avenida que não sei qualé




A próxima: Ouça-me de Tássia Reis. \o/ "Vai presta atenção". Essa é uma daquelas músicas-grito, um grito negro, feminino e forte. E o que dizer sobre os tambores de fundo S2 Essa música se impõe e contagia de tão incrível que é.

Simples assim, os bens irão justificar os fins
E as manas e minas que colam comigo também tão afim
Vim dessa voz ouvida e não mais oprimida
Equalizada por todos cafundós e confins



Agora pra fechar: Tombei de Karol Conka. Essa é a mais dançante das três. Cheia de atitude e elétrica. E tem som de triângulo lá pro final :) Pelo menos eu acho que é. '-' Ouçam porque essa música é um afrontamento maravilhoso. 

Faça o que eu falo
E se tiver tão complicado
É porque não tá preparado
Se retire, pode ir

Causando um tombamento, oh
Também tô carregada de argumento, oh
Seu discurso não convence, só lamento, oh
Segura a onda, se não ficará ao relento, oh




É isso. 'Té mais.

Promoção Andross Editora: Apenas Dois Preços!



GRANDE PROMOÇÃO: LIVROS A R$ 4,90 E A R$ 9,90 \o/

A Andross Editora está fazendo uma promoção incrível em sua loja virtual. Ela disponibilizou todo o seu catálogo de livros por apenas dois preços. Isso mesmo: o site INTEIRO a R$ 4,90 ou R$ 9,90!

Não perca a oportunidade de adquirir livros da Andross por um precinho mais do que especial. A promoção vai até o dia 5 de abril de 2017.

Acesse https://andross.minhalojanouol.com.br/ e faça suas compras!




sábado, 25 de março de 2017

A Morte é orgulhosa, desejosa e cheia de vaidade #mulheresparaler

Oi, oi, oi <3 Como estão vocês? Espero que bem 🙏💕

Vim fazer meu primeiro update (atrasadona, socorro) do projeto #mulheresparaler <3 Montei minha TBR toda lindinha e daquela singela pilha só finalizei a leitura de Objetos Cortantes (estou devendo resenha, mas prometo que sairá em breve) e iniciei Quarto de Despejo (de já adianto que vem sendo uma baita experiência).

Porém, semana passada tive uma gratificante e incrível surpresa. Escola dos Mortos, de Karine Vidal, apareceu em nosso instagram - a autora está divulgando sua obra por lá então é só clicar no título já destacado pra conferir 😚

Fui apresentada à história de Lara Valente, uma carioca apaixonada pelas cores e calor de seu Rio de Janeiro. A garota divide um apartamento com Helena - sua mãe, uma pintora de quadros bastante espirituosa - e Ana - a irmã caçula, apaixonada por livros e cuja maturidade a torna a adulta da casa. O pai - o inglês Edward - saíra de casa há anos e até o momento em que a trama se inicia não sabemos de seu paradeiro.

Em uma noite, a visita de John Fitelberg - um representante do avô paterno de Lara e Ana - surpreende a família ao anunciar que o homem falecera e as garotas eram suas herdeiras diretas, visto que Edward nunca mais entrara em contato com o pai. Porém, a herança só será disponibilizada caso Lara se comprometa a estudar durante um ano em um internato na Inglaterra. Claro que em um primeiro momento a garota acha a ideia um absurdo, mas percebe o quão aquele valor poderia ajudar a si e sua família e acaba, por fim, acolhendo a ideia.

Sotrom - o internato - e seus alunos apáticos, reclusos e que evitam a qualquer custo se destacarem surpreendem Lara, porém tamanha morbidez é justificada, visto que qualquer aluno ou aluna brilhante e estimável possui destino já selado: terá seu fim pelas mãos de um assassino (cuja identidade ninguém ali tem conhecimento) enviado pela própria Morte. 

Lara será então uma das fatídicas vítimas da Sotrom, mas como a sinopse já enfatiza: sua vida está apenas começando 👀

Nossa querida protagonista se verá diante de uma outra escola, porém completamente o oposto da Sotrom: a Escola dos Mortos é, ironicamente, cheia de vitalidade, o que me remeteu ao mundos dos mortos em A Noiva Cadáver, de Tim Burton😊Os alunos esbanjam alegria, espontaneidade e simpatia, possuindo uma variedade de talentos - de atletas à músicos. Se destacar é algo completamente natural, afinal, a Morte é bastante cuidadosa com suas escolhas. 

Após o choque de constatar e tentar assimilar que está morta, Lara é contagiada pela energia da escola, enturmando-se rapidamente com um grupo bastante peculiar de alunos: temos uma mistura incrível de origens e personalidades, como por exemplo Mayumi, a doce japonesa que se tornará uma das melhores amigas de Lara. Miguel, o gentil português, Santiago, o assanhado espanhol, Aisha, a corajosa sul-africana, dentre outras figuras queridas.

Mas para além de seu grupo, Lara terá sua atenção roubada por um belo garoto de olhos negros e aura de poucos amigos: Luka Ivanovich. Distante dos demais alunos, o jovem só interage com sua família, os irmãos Alicia e Nikolai, que também não são a definição de simpatia. Tamanha hostilidade e frieza o faz ser visto como inalcançável, como se ninguém ali fosse digno de sua atenção. Bem, isso até ele notar e passar a observar Lara 🙃

Daí em diante teremos o desenvolvimento da história e um número significativo de reviravoltas que fizeram uma bagunça com minhas emoções. De campeonatos de futebol, passando por festas regadas à música e bebidas, flertes, até revelações do tipo VRÁ!, Escola dos Mortos traz muito mais profundidade do que aparenta. Não é apenas um romance sobrenatural. Pra falar a verdade o romance, para mim, não é o ponto alto da história, ainda que seja um dos principais, senão, o central; para mim o tiro certeiro de Karine foi a construção de uma mitologia envolvendo a Morte - esta uma entidade poderosa, entretanto, não absoluta. Um ser passivo de impulsividade, desejo e egoísmo. O próprio mecanismo de funcionamento da Escola é questionado em determinado momento e tal reflexão fez-me comparar com o poder de manipulação exercido por veículos midiáticos - cof, mídia brasileira, cof. 

Se ainda não consegui te convencer a dar uma chance para a história, lá se vai outro aspecto que me fez amar a construção da trama: os personagens. A autora soube como dar voz a cada um deles. Cada um, à sua maneira, tem o que oferecer à trama, tem algo a mostrar. São únicos! Me fez lembrar daquela turma do colégio, onde cada um é peça fundamental para o grupo 💕

A única ressalva que tenho a fazer é sobre traços da personalidade de Luka (sua arrogância/possessividade me deixaram incomodada em alguns momentos), que inclusive compartilhei com a Karine. Mas suas ações me surpreenderam nas últimas páginas, abrindo espaço para dar uma aquecidinha no coração.

Se você já conhece a história que tal ajudar a autora dando sua opinião e compartilhando-a? Além do retorno em saber que sua trama vem sendo apreciada, ajudamos Escola dos Mortos a chegar aos olhos de alguma editora \o/ 

E se ficou curioso/a, clica no título em negrito no início da resenha e dá uma conferida. Depois, corre aqui no blog (ou no instagram) e me conta o que achou. Vou amar saber e discutir sobre suas impressões 😘💚

Beijo estalado na bochecha e até mais! 




{C.Schreave}

segunda-feira, 6 de março de 2017

Maratona Skindô-skindô e nosso flop


Bom dia, boa tarde, boa noite Grifos \o/

Como foram de Carnaval? Nós aproveitamos esse feriado estendido pra engatar nossas leituras. Como incentivo participamos da Maratona Skindô-skindô organizada pela linda da Tatiana Feltrin  Aqui no blog quem participou foi a Carol e a Manu. Let's go.

24 de fevereiro

E cá estão as escolhas e metas da Carol: 

• Pretendo iniciar a leitura de "Ilíada".

• Finalizar "Batman - Ano Um"

• Ler todo "Senhora" e "A Vida do Livreiro A. J. Fikry".




25 de fevereiro

Primeira meta cumprida da Carol. Uhul!

Este é, definitivamente, um livro para quem ama livros. Para quem se sente acolhido ao entrar em uma livraria. Para aquelas/aqueles que enxergam nos livros não somente uma história, mas um tesouro. Um refúgio. Um mundo, como é enfatizado na capa deste livro.

Acompanhamos a grande reviravolta na vida do ranzinza A.J Fikry, um livreiro amante de contos, que faz questão de expor sua opinião sobre o que é de fato um bom livro. Essa mudança tem não somente um, mas vários nomes, e não acho justo citá-los aqui porque comprometeria a experiência da leitura. ;-)

Só saibam que nessa história os livros também são protagonistas e como já é sabido por toooodos nós, são poderosas ferramentas de transformação.

domingo, 5 de março de 2017

2 anos de Grifo! \o/


M.Darcy

"Olá Grifos" - Não imaginamos que teríamos nosso próprio cumprimento inicial e vejam só... Estamos juntos há dois anos hoje e nós não podíamos estar mais felizes com esse projeto que começamos meio que nas coxas, porque sempre planejávamos tanto e nunca dava certo, então um dia só começamos. Temos muito o que comemorar, só não temos é a grana...


Desde então foram muitas experiencias, em alguns momentos foi muito difícil manter o ritmo por causa da rotina agitada de escra... estudantes, mas mesmo com os percalços todos os momentos valeram a pena e a vocês que nos acompanham desde de ontem ou desde do inicio só temos a agradecer. Aos nossos amigos e a nossa família também somos muito gratos. Obrigada do fundo do nosso coração! <3

Nós pretendemos ficar aqui por bastante tempo ainda, talvez mais organizados e mais assíduos, mas o nosso conteúdo, que é uma mistura estranha de "nerdice" com Harry Potter (não conseguimos evitar, o assunto sempre vem!) e outras coisas que nem mesmo nós sabemos ao certo o que são, vai continuar o mesmo e vamos sempre tentar melhorar.      


C. Schreave

Alô, alô vocês sabem quem sou eu? \o/


Ao final de uma leitura é quase imediata a necessidade de compartilhar nossas impressões com alguém, porém nem sempre quem estiver ali pertinho terá lido a mesma história. Dai a gente para e pensa: "poxa, queria mesmo discutir sobre esse livro". "Tal ponto merece um aprofundamento". "Olha só esse trechinho aqui"... São tantas indagações que começamos a pensar em escrever; apenas colocar para fora toda a onda de sensações que só a leitura provoca. Isso quando não enchemos as redes sociais dos migxs de áudios e mensagens né? Haha  

Então imaginem só três pessoas com esse mesmo sentimento? Não deu outra, o Parágrafos nasceu <3 Tem sido uma trajetória bastante especial, com seus altos e baixos, é claro, mas viver é isso né, minha gente? 

Cada comentário, curtida, visualização significam bastante pra gente porque implica que nosso trabalho está chegando a algum lugar, está chamando a atenção de pessoas que mal conhecem essas criaturas que amam um gif da Gretchen / Xuxa :p Então para cada uma/um de vocês que acompanham e gostam do nosso conteúdo envio o meu mais acalorado abraço e minha eterna gratidão. Obrigada pelo tempo que disponibilizam ao blog e pela confiança em nosso trabalho 💕💕💕 Vocês são demais :') Desejo de coração que permaneçam conosco por esse e pelos próximos anos que hão de vir 🙌Beijo do Grifo 😚


J. Caronte

Ei que é isso? Ninguém me avisou que ia ter isso daqui. Nem preparei meus gifs. 


Pronto, assim tá bem melhor.

Dois anos... nossa. Vou ser breve, porque tô atolado ali com uns trabalhos pra faculdade, então ¯\_(ツ)_/¯

Quantas histórias nesses dois anos, quantas discussões e teorias malucas sobre livros, filmes, animes etc. Ai ai eu até tento filmar os bastidores, mas elas não deixam. '-' Já fomos atacados por pombos acasalando, já quebramos uma porta de funcionários de um shopping shh...! 


Enfim, o blog virou quase uma desculpa para nos encontrarmos mais no meio desse corre-corre, por causa dele também batemos muita perna na cidade, conhecemos cada lugar, às vezes nos perdendo, né? C'est la vie.

O Parágrafos virou praticamente um vício. Ele mudou bastante a nossa forma de ler, de nos apoiar, de acumular livros. Mas, ele também é aquela válvula de escape, é uma diversão escrever pra vocês, e uma vez ou outra gravar um vídeo ; )

É isso pessoal, até mais.


sexta-feira, 3 de março de 2017

Março com M de Mulheres!

Olá, olá, olá <3 Tudo bem, pessoal?


Março chegou e junto dele tem muita coisa linda: além de ser o mês de aniversário do Grifo 💃 (vai rolar surpresa? aguardem, hihi), temos o projeto #mulheresparaler, criado pela linda da Iara Picolo, do canal Conto em CantoA ideia é que durante o mês nossa TBR seja composta por títulos escritos por mulheres ou podemos simplesmente escolher uma autora e ler algumas de suas obras. 



Eu - Caroline - separei quatro títulos de diferentes autoras, sendo duas brasileiras e duas norte americanas:

  • Entre Rinhas de Cachorro e Porcos Abatidos, de Ana Paula Maia
  • Objetos Cortantes, de Gillian Flynn
  • O sol é para todos, de Harper Lee
  • Quarto de Despejo, de Carolina de Jesus
Os dois títulos brasileiros foram indicações do Felipe, um colaborador do Conto em Canto e a Iara as disponibilizou em seu instagram, no stories. Foram cinco títulos e eu saí louca atrás das sinopses e só posso dizer que queria ler tudo, tudinho, mas os títulos estão anotadinhos e irão entrar em futuras TBR's. Ó eles aqui: Olhos D' Água, de Conceição Evaristo / Quando me descobri negra, de Bianca Santana e As Lendas de Dandara, de Jarid Arraes

O sol é para todos é aquele livro que você adia a leitura por puro descaso (me perdoem 😖) mas sabe que quando mergulhar em suas páginas terá uma experiência do caramba! E sobre a diva Flynn: esse é o livro que muitos afirmam ser o seu melhor. Já li Garota Exemplar e Lugares Escuros e adorei ambas as tramas, ainda que com algumas ressalvas. Vamos ver o que ela preparou agora 😸

Convido todxs que acompanham nosso blog a embarcar nesse projeto <3 Afinal, tem coisa mais linda do que enaltecer a criatividade, genialidade e fodacidade dessas mulheres? E das demais, é claro, porque ser mulher é sinônimo de brilho, força, resistência e bravura! 👏👏👏

A fotinha da TBR eu posto amanhã no instagram do blog ok? E vamos levar o projeto para o máximo de pessoas que pudermos. Separe suas leituras, use a #mulheresparaler e vamos divulgar nossas autoras e tantas outras que merecem ter suas obras lidas e espalhadas pelo mundo ✌️💋

PS: dá um pulinho no canal da Iara pra ver o vídeo sobre o projeto (💜) e participar do grupo criado por ela no facebook e de um sorteio maneiraço também \o/

quinta-feira, 2 de março de 2017

Goblin ou Dokkaebi (도깨비)?




Olá, Grifos! Como estão?
Então... O que dizer de Goblin? Que ele foi o drama de maior audiência da TvN, emissora que produziu e exibiu o programa? Acho que esse dorama merece bem mais que números... Então vamos lá! \o/





1. Kim Shin (Goblin)

A historia é sobre um general muito hábil, conhecido por Kim Shin (Gong Yoo) e também muito querido pelo povo do reino, o que acabou por despertar insegurança no rei, culminando na morte de Kim Shin e de quase toda a sua família. Entretanto, devido ao grande apreço que os coreanos da era Jeseon tinham por ele, após orações e preces, ele acabou voltando dos mortos...

Um homi desse que fica bonito ate de zumbi... <3

Não, pera! Ele volta como um Goblin, e para você, caro grifo, que não sabe o que é um Goblin, mantenha a calma e leia mais sobre o tema no BrazilKorea, lá vocês vão ler também sobre o Ceifador que vamos falar mais para frente em um post especial para o drama Goblin. Como eu estava dizendo, ele voltou como um goblin e imortal, que foi uma forma de punição por todos os seus pecados. A imortalidade, por sua vez, só poderia ser quebrada pela suposta noiva do goblin que seria a única capaz de ver e de retirar a espada de seu peito, como símbolo do seu castigo, e só então ele poderia ter o descanso eterno.


E você aí achando que já tinha visto protagonista sofrer em novela mexicana... Então, deixa eu te dizer que em dorama todo mundo sofre, os protagonistas só sofrem cinco vezes mais que os outros... hahahaha Fui rir, chorei!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...